Julho 2018 archive

Estava morto mas não estou

Beja Santos:  Vivemos um tempo em que as obras em torno da resiliência têm vindo a ganhar grande expressão, e justifica-se. Em primeiro lugar, dado o facto social, da longevidade e multimorbilidade, sucedem-se as narrativas da luta contra o cancro, o enfrentar o Alzheimer ou o Parkinson, mais recentemente o combate sem remissão contra a ELA …

Continue reading

O Crime Exige Propaganda, por Dorothy L. Sayers

Beja Santos: O Crime Exige Propaganda, por Dorothy L. Sayers, Livros do Brasil/ Porto Editora, 2018, ganhou notoriedade desde a sua primeira edição por razões excecionais: era a primeira vez que uma história de crime e mistério tinha como pano de fundo uma agência de publicidade; um detetive amador, um aristocrata sofisticado, Lord Peter Wimsey, aparecia …

Continue reading

Um caso ímpar do jornalismo de investigação em Portugal: Caso Sócrates, por Felícia Cabrita e Joaquim Vieira

Beja Santos: Dois conhecidos jornalistas e com vasta bibliografia juntaram esforços para produzir um documento avassalador: Caso Sócrates, O julgamento do regime, por Felícia Cabrita e Joaquim Vieira, Esfera dos Livros, 2017. O mínimo que se pode dizer é que o seu trabalho exige leitura obrigatória, é uma das questões mais sensíveis de regime que está …

Continue reading

Direitos das pessoas em contexto de doença avançada e em fim de vida

Beja Santos: Nos últimos anos, os direitos dos doentes têm conhecido a evolução favorável na preocupação dos legisladores. Pense-se nos direitos e deveres dos doentes no SNS, no Testamento Vital, no que está na forja para cuidados do cuidador informal e na proteção do doente crónico. Acaba de ser dado um novo contributo com a Lei …

Continue reading

O Gene da Atlântida, por A. G. Riddle

Beja Santos: A literatura de entretenimento espraia-se em várias direções: bruxedo e feitiçaria; vampirismo nem sempre amável; muitíssimas versões de guerras de tronos, entre o passado e o presente, visto que há muitas modalidades e guerras em Wall Street; crianças prodigiosas dotadas de poderes sobrenaturais que têm os seus ícones máximos nas obras de Tolkien (Hobbit …

Continue reading

Lorenzo Falcó, um não-herói de Arturo Pérez-Reverte

Beja Santos: Arturo Pérez-Reverte é um dos nomes cimeiros da literatura espanhola contemporânea, dispõe de uma vastíssima obra e está largamente traduzido entre nós. No conjunto da sua obra, Falcó, por Arturo Pérez-Reverte, ASA, 2017, possui uma originalidade imensa. Começou a Guerra Civil de Espanha, os Serviços Secretos do franquismo apelam a um espião e ex-contrabandista …

Continue reading