Category: Temas de Beja Santos

Estava morto mas não estou

Beja Santos:  Vivemos um tempo em que as obras em torno da resiliência têm vindo a ganhar grande expressão, e justifica-se. Em primeiro lugar, dado o facto social, da longevidade e multimorbilidade, sucedem-se as narrativas da luta contra o cancro, o enfrentar o Alzheimer ou o Parkinson, mais recentemente o combate sem remissão contra a ELA …

Continue reading

O Crime Exige Propaganda, por Dorothy L. Sayers

Beja Santos: O Crime Exige Propaganda, por Dorothy L. Sayers, Livros do Brasil/ Porto Editora, 2018, ganhou notoriedade desde a sua primeira edição por razões excecionais: era a primeira vez que uma história de crime e mistério tinha como pano de fundo uma agência de publicidade; um detetive amador, um aristocrata sofisticado, Lord Peter Wimsey, aparecia …

Continue reading

Um caso ímpar do jornalismo de investigação em Portugal: Caso Sócrates, por Felícia Cabrita e Joaquim Vieira

Beja Santos: Dois conhecidos jornalistas e com vasta bibliografia juntaram esforços para produzir um documento avassalador: Caso Sócrates, O julgamento do regime, por Felícia Cabrita e Joaquim Vieira, Esfera dos Livros, 2017. O mínimo que se pode dizer é que o seu trabalho exige leitura obrigatória, é uma das questões mais sensíveis de regime que está …

Continue reading

Direitos das pessoas em contexto de doença avançada e em fim de vida

Beja Santos: Nos últimos anos, os direitos dos doentes têm conhecido a evolução favorável na preocupação dos legisladores. Pense-se nos direitos e deveres dos doentes no SNS, no Testamento Vital, no que está na forja para cuidados do cuidador informal e na proteção do doente crónico. Acaba de ser dado um novo contributo com a Lei …

Continue reading

O Gene da Atlântida, por A. G. Riddle

Beja Santos: A literatura de entretenimento espraia-se em várias direções: bruxedo e feitiçaria; vampirismo nem sempre amável; muitíssimas versões de guerras de tronos, entre o passado e o presente, visto que há muitas modalidades e guerras em Wall Street; crianças prodigiosas dotadas de poderes sobrenaturais que têm os seus ícones máximos nas obras de Tolkien (Hobbit …

Continue reading

Lorenzo Falcó, um não-herói de Arturo Pérez-Reverte

Beja Santos: Arturo Pérez-Reverte é um dos nomes cimeiros da literatura espanhola contemporânea, dispõe de uma vastíssima obra e está largamente traduzido entre nós. No conjunto da sua obra, Falcó, por Arturo Pérez-Reverte, ASA, 2017, possui uma originalidade imensa. Começou a Guerra Civil de Espanha, os Serviços Secretos do franquismo apelam a um espião e ex-contrabandista …

Continue reading

Cada um de nós tem direito aos seus heróis e estandartes

Beja Santos: Bruno Vieira Amaral é justamente considerado um dos melhores escritores da sua geração, os seus romances As Primeiras Coisas e Hoje Estarás Comigo no Paraíso prontamente mereceram o aplauso dos leitores e da crítica, daí os variadíssimos prémios que os distinguiram. Manobras de Guerrilha, Pugilistas, Pokémons & Génios, por Bruno Vieira Amaral, Quetzal Editores, …

Continue reading

A Febre das Almas Sensíveis, por Isabel Rio Novo

Beja Santos: Estamos na primeira metade do século XX, o bacilo da tuberculose ainda aterroriza as populações de todas as classes, é temível como a sífilis, estar tuberculoso é esperar pela gadanha da morte. Este romance de Isabel Rio Novo centra-se numa família (hoje chamar-lhe-íamos disfuncional), espreita o espectro da tuberculose e depois seremos encaminhados para …

Continue reading

Esparsos brilhantes para a historiografia portuguesa do século XIX

   Beja Santos: O Fundo da Gaveta, Contrarrevolução e Radicalismo no Portugal Moderno, por Vasco Pulido Valente, Publicações Dom Quixote, 2018, reúne, segundo esclarece o autor, “dois fragmentos de uma hipotética história do Portugal moderno apresentados num seminário do ICS. A ideia era escrever uma narrativa política que incorporasse a história económica, social, diplomática e militar”. …

Continue reading

Um Mergulho no Muxito: Crime e mistério, com muita Guiné à mistura

Beja Santos: “Um Mergulho no Muxito”, por Jorge Paulino, Chiado Editora, 2017, é uma auspiciosa estreia literária. O autor é doutorado pela Universidade Nova de Lisboa em Transplantação Hepática, professor convidado de Cirurgia na Faculdade de Ciências Médicas e trabalha no centro clínico da Fundação Champalimaud. Estamos em agosto de 1966, época da inauguração da Ponte …

Continue reading

Nó Cego, a obra maior de toda a literatura da guerra colonial

Beja Santos: Nó Cego conheceu a sua primeira edição em 1982 e pouco tardou para ser reconhecido como livro incontornável, de caráter universal, da nossa literatura da guerra colonial. Não tinha precedentes à altura e os consequentes, todos eles, não puderam entrar em competição. Hoje, este romance sobre uma Companhia de Comandos no Norte de Moçambique …

Continue reading

O que devemos saber sobre atividades de ar livre

Beja Santos: A brochura de distribuição gratuita “Atividades de Ar Livre”, da responsabilidade da Direção-Geral do Consumidor dá informações úteis para todos aqueles que praticam ou pretendam praticar do parapente à caminhada, passando pela espeleologia, escalada, passeios de BTT e birdwatching, canoagem, mergulho, rafting, bodyboard, surf, windsurf ou canyoning, entre outras. A brochura foi elaborada tendo …

Continue reading

O cancro não gosta de beijinhos

  Beja Santos: Uma mãe ou um pai são sempre super-heróis, sobretudo quando estão a lutar contra o cancro e sentem o terno apoio dos filhos. O livro “O cancro não gosta de beijinhos”, Edições ASA, 2018, por Jessica Reid Sliwerski e ilustrações de Mika Song, toca-nos pela sua simplicidade e autenticidade, aborda a forma como …

Continue reading

O elementar da mesa para uma vida muito mais saudável

Beja Santos: No Portal do Serviço Nacional de Saúde, o leitor encontra uma Biblioteca Digital com o maior interesse. Veja-se, a título exemplificativo, o excelente documento que nos dá pistas preciosas quanto a um saber comer que melhora o saber viver. O nosso regime alimentar é marcado pela chamada dieta mediterrânica, uma combinação talentosa entre as …

Continue reading

De Lisboa a La Lys: A tragédia de 9 de abril de 1918

  Beja Santos: “De Lisboa a La Lys, O Corpo Expedicionário Português na Primeira Guerra Mundial”, por Filipe Ribeiro de Meneses, Publicações Dom Quixote, 2018, é mais uma investigação de gabarito de um historiador que se consagrou com a obra Salazar: Uma Biografia Política. La Lys, como o autor observa, foi um dos dias mais mortíferos …

Continue reading