Tag: II Guerra Mundial

Arnhem, o fiasco de uma operação, setembro de 1944

Beja Santos: Depois de quebrar a resistência às forças armadas alemãs em França, após o rápido sucesso de libertação de uma grande parte da Bélgica, cresceu a euforia de que os Aliados podiam chegar rapidamente a Berlim. O marechal Montgomery instou numa operação que veio a ter o nome de Market Garden que se destinava a …

Continue reading

O mundo do consumo ocidental, antes e depois da crise de 2007: 4

O mundo do consumo ocidental, antes e depois da crise de 2007: A evolução da defesa do consumidor em Portugal (4)  Beja Santos: Se é verdade que a primeira guerra do Golfo impôs inicialmente um regime de prudência no consumo, a década ficou historicamente marcada por mudanças radicais. Logo a consolidação de que a microeletrónica não …

Continue reading

A primeira biografia do Senhor Cinco por Cento

Beja Santos: Em 1956, no ano seguinte à morte do poderoso Senhor Cinco por Cento, surgia a primeira biografia de Calouste Sarkis Gulbenkian, um dos homens mais ricos do mundo, graças ao petróleo, que se acolhera a Portugal em plena II Guerra Mundial e que aqui viveu até morrer, no esplendoroso Hotel Aviz. A obra tem …

Continue reading

O fogo-fátuo

A heroína, o totalitarismo, o delírio entre guerras: Um espantoso talento literário que temos esquecido, Drieu la Rochelle  Beja Santos A obra chama-se “O Fogo-Fátuo”, o seu autor é Drieu la Rochelle, Sistema Solar, 2016, e é impossível esquecer quem a apresenta e traduz, Aníbal Fernandes, ele dá ao leitor indispensáveis chaves explicativas. Drieu la …

Continue reading

Refugiados da II Guerra Mundial nas Caldas da Rainha

Beja Santos “Refugiados da II Guerra Mundial nas Caldas da Rainha (1940-1946)”, por Carolina Henriques Pereira, Edições Colibri, 2017, é um estudo académico à volta das centenas de refugiados que tiveram residência fixa na órbita de uma cidade termal muito procurada. Tudo começou na Primavera de 1940, os exércitos alemães avançaram vitoriosamente até a França …

Continue reading