Tag: Julio Pomar

Júlio Pomar, sempre juvenil e insaciável na libertação das artes plásticas

Sobre Júlio Pomar, talvez o nome mais indispensável das artes plásticas portuguesas, uma constante omnipresença criativa desde o neorrealismo até aos dias de hoje, parece que tudo estava escrito sobre a obra multifacetada, o ativismo político dos anos 1940 e 1950, o seu trabalho entre Paris e Lisboa, o gigantismo da sua obra, pois ele …

Continue reading

Decorativo, apenas? As artes decorativas na sociedade de consumo

Beja Santos Na década de 1950 manifestaram-se os primeiros sinais do que se pode titular por uma sociedade de consumo à portuguesa. O pós-guerra gerou meios para que o Estado Novo expandisse as suas classes de apoio e satisfizesse expetativas até então diferidas: cresceram bairros sociais e rasgaram-se avenidas; autorizaram-se indústrias mesmo num ambiente de …

Continue reading